28 de abr de 2009

Teu Sangue

I
Estou correndo
Estou correndo
Estou morrendo
Estou tremendo

Estou aqui
Estou jorrando
Eu sou teu sangue
Coagulando

Estou crescendo
Estou secando
E tu estás
Agonizando

Meu irmão vidro
Te cortou
Mas o teu grito
Não ecoou

Mas você chora
E eu por vingança
Fico a sorrir
Da tua esperança

II
Estou sangrando
Estou secando
Eu sou teu sangue
Agonizando

Teu sofrimento
Parte de mim
E do amigo vidro
Que é tão ruim

Injustiçado
Por tua raça
Amargurado
Por tua desgraça

Eu sou teu sangue
Estou morrendo
E aquele tempo
Que já passou
Passou depressa
Coagulou

Flávio Moreira
Setembro 1980

Nenhum comentário:

Postar um comentário