27 de abr de 2009

Fragmento

Quando me tocas sua mão de pluma
Sou dócil
Quando me pesa sua mão de ferro
Sou doce

Anotado em um pedaço de papel qualquer, sem data

Nenhum comentário:

Postar um comentário