28 de abr de 2009

Feliz Ano Novo

Não é depois do chope que me sinto mal. Afinal, o resíduo deste duvidoso prazer é apenas um líquido amarelado, semi-viscoso e quente, carregado de sais e impurezas que, quando expelido, leva consigo todos os nossos humores e angústias, levados por esse caminho comum por onde passam todos os detalhes indefectíveis de uma existência miserável: o esgoto. É esse ponto final que torna a todos nós iguais e é essa igualdade que faz com que eu não me sinta mal depois do chope. É antes dele que vem a tristeza, o mal estar, a garganta seca, a vertigem e o gosto amargo na boca. Antes do chope é estar sozinho e triste. Depois do chope é estar sozinho, triste e eufórico, o que, no fundo, não alivia nada.

Flávio Moreira
08DEZ90

Nenhum comentário:

Postar um comentário